No Ar:
 Programa da Cinthia
Próxima atração:
 Fazendo rastros pelo Brasil


HOME

A RÁDIO

COMERCIAL

PROGRAMAS

NOTÍCIAS

BLOGS

PODCASTS

AGENDA

CONTATO

Notícias

Cidade
Sexta-feira, 28 de Abril de 2017
   

Trens do Metrô voltam a circular em trecho da Linha 1-Azul, entre as estações Luz e Paraíso

Saiba como está a cidade em dia de greve geral e protestos.

Por: Ana Paula Novaes


A manhã desta sexta-feira (28) está complicada para os moradores da capital paulista. Devido à greve geral convocada por centrais sindicais em protesto contra as reformas trabalhista e da Previdências, os ônibus não estão circulando e os terminais estão fechados. Os micro-ônibus que atendem a cidade, no entanto, funcionam normalmente.

Além disso, as estações das linhas 1, 2, 3 e 5 do Metrô também amanheceram fechadas. Apenas a linha 4-Amarela, administrada pela concessionária Via Quatro, está funcionando. Por volta das 9h15, a circulação começou na linha 1-Azul, no trecho entre as estações da Luz e Paraíso, exceto na Sé. Já às 9h45, a circulação voltou nas estações da linha 5-Lilás.

Na CPTM, somente as Linha 10-Turquesa, no trecho entre Tamanduateí e Brás, e 9-Esmeralda, entre Santo Amaro e Pinheiros, têm circulação.

Nos aeroportos de Congonhas e Cumbica, o funcionamento é normal.

Bloqueios
Além das paralisações, diversas vias da cidade estão sendo bloqueadas por manifestantes. Por volta das 9h05, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informava que a capital registrava 34 km de lentidão.

Por volta das 8h45, os bloqueios afetavam as seguintes vias:

- Avenidas Ipiranga, Higienópolis, Rio Branco e Cásper Líbero, no centro da cidade;

- Avenidas Giovanni Gronchi, Prof. Francisco Morato com Rua Puréus e Brigadeiro Faria Lima (sentido Itaim), na zona sul;

- Rua Afrânio Peixoto, no Butantã – zona oeste de São Paulo;

- Avenida Ragueb Chohfi com Jacu-Pêssego, nos dois sentidos, na zona leste.

Nas estradas, os bloqueios afetam a Rodovia Anchieta na chegada à capital, a Presidente Dutra (km 212, em Guarulhos, sentido Rio), Anhanguera, na saída de São Paulo no sentido interior e Régis Bittencourt (km 284).

Até o momento, mais de dez pessoas foram detidas pela Polícia Militar por suspeita de colocarem fogo em barricadas para bloquear vias. Quatro pessoas foram levadas para o 33º Distrito Policial (DP), em Pirituba, na Zona Norte da capital. Mais sete foram levadas para o 65º DP, Artur Alvim, em Itaquera, Zona Leste. 

Adesão
Além dos motoristas e cobradores dos ônibus da capital paulista  e dos sindicatos dos metroviários e ferroviários de São Paulo, os bancários também vão participar da greve, paralisando atividades durante todo o dia. Segundo o sindicato da categoria, oito em cada dez bancários decidiram pela participação na mobilização.

O Sindicato dos Professores de São Paulo (Sinpro-SP), que representa os educadores da rede particular, também está apoiando a greve geral. Os professores das redes estadual e municipal já haviam anunciado a adesão. Os trabalhadores da saúde dos hospitais públicos de todo o Estado de São Paulo também aderiram à greve geral.

Foto: Reprodução/Metrô-SP




Link: http://capital1040.com/noticias/?n=18620
Arte e Lazer
Brasil
Chuvas
Cidade
Dinheiro
Educação
Eleições
Emprego
Esportes
Memória
Mundo
Polícia
Política
Previdência
Saúde
Serviço
Social
Trânsito

Blog da Capital
Blog Show de Bola Capital



Central do Ouvinte: (11) 3053-1040


HOME | A RÁDIO | COMERCIAL | PROGRAMAS | NOTÍCIAS | BLOGS | PODCASTS | AGENDA | CONTATO |

Todos os direitos reservados - Rádio Novo Mundo Ltda
Central do Ouvinte: (11) 3053-1040