No Ar:
 Caju & Castanha
Próxima atração:
 Acorda, São Paulo


HOME

A RÁDIO

COMERCIAL

PROGRAMAS

NOTÍCIAS

BLOGS

PODCASTS

AGENDA

CONTATO

Notícias

Memória
Sexta-feira, 16 de Setembro de 2016
   

IML confirma que ator Domingos Montagner morreu por afogamento


Foi confirmada a morte por afogamento do ator Domingos Montagner, de 54 anos. Por volta das 3 horas da madrugada desta sexta-feira (16), o diretor do Instituto Médico Legal (IML) de Sergipe, José Aparecido Cardoso, informou a autopsia realizada no corpo do ator apontou asfixia mecânica por afogamento. O IML aguarda o comparecimento de um familiar ou responsável para fazer a liberação do corpo.

Domingos desapareceu na tarde de ontem enquanto nadava no Rio São Francisco, no município de Canindé do São Francisco, em Sergipe. Ele tinha gravado cenas da novela Velho Chico na parte da manhã e, depois, de almoçar, foi tomar banho de rio acompanhado pela colega de elenco, a atriz Camila Pitanga.

Em depoimento à polícia, a atriz contou que nadava com o ator quando sentiu uma forte correnteza e se segurou em uma pedra. Ao perceber que o colega estava sendo levado, ela tentou agarrar sua mão por duas vezes. Montagner, então, afundou. Ele chegou a voltar à superfície duas vezes, mas depois desapareceu.

De acordo com uma nota divulgada pela Rede Globo, Camila Pitanga, avisou à produção, que iniciou imediatamente as buscas, com a ajuda de helicópteros do Grupamento Tático Aéreo, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e pescadores da região.  O corpo de Domingos foi encontrado no final do dia a 18 metros de profundidade e a 320 metros da prainha de Canindé do São Francisco. 

Domingos deixa a mulher, Luciana Lima, e três filhos. Ele interpretava o personagem Santo na novela “Velho Chico”. Nascido em São Paulo, trilhou uma carreira bem-sucedida carreira no teatro e no circo antes de fazer sucesso na TV. Em 2003, em parceria com o diretor Fernando Sampaio, criou o Circo Zanni, do qual era diretor artístico.  Sua estreia na TV foi no seriado ‘Mothern’, no GNT, em 2008. Em 2010, ele participou do seriado ‘Força Tarefa’, de Marçal Aquino e Fernando Bonassi, e da série ‘A Cura’, de João Emanuel Carneiro.

O estrelato chegou com o papel de Capitão Herculano Araújo na novela ‘Cordel Encantado’, de Thelma Guedes e Duca Rachid, em 2011. Pelo papel, recebeu os prêmios Contigo e Melhores do Ano (Domingão do Faustão), ambos na categoria Ator Revelação.

Em 2012, ele interpretou seu primeiro protagonista, Paulo Alberto Ventura, presidente do Brasil no enredo da minissérie ‘O Brado Retumbante’, de Euclydes Marinho. No mesmo ano, atuou em ‘Salve Jorge’, de Glória Perez, como Zyah. Em 2013, deu vida ao revolucionário Raimundo Fonseca (Mundo) da novela ‘Joia Rara’. Em 2015, interpretou Miguel, o protagonista de ‘Sete Vidas’, de Lícia Manzo, e deu vida ao icônico delegado Espinosa, criado pelo escritor carioca Luiz Alfredo Garcia-Roza e adaptado para a televisão na série ‘Romance Policial – Espinosa’, do GNT. Ainda no ano passado, o ator participou dos longas-metragens ‘Vidas Partidas’ (Marcos Schechtman),  ‘De Onde te Vejo’ (Luiz Villaça) e ‘O Outro Lado do Vento’ (Walter Lima Jr). No final de agosto, o ator lançou ainda a comédia ‘Um Namorado para Minha Mulher’, de Julia Rezende

Foto: Reprodução Instagram




Link: http://capital1040.com/noticias/?n=17649
Arte e Lazer
Brasil
Chuvas
Cidade
Dinheiro
Educação
Eleições
Emprego
Esportes
Memória
Mundo
Polícia
Política
Previdência
Saúde
Serviço
Social
Trânsito

Blog da Capital
Blog Show de Bola Capital



Central do Ouvinte: (11) 3053-1040


HOME | A RÁDIO | COMERCIAL | PROGRAMAS | NOTÍCIAS | BLOGS | PODCASTS | AGENDA | CONTATO |

Todos os direitos reservados - Rádio Novo Mundo Ltda
Central do Ouvinte: (11) 3053-1040